ESPORTE – Entenda como o Flamengo ganhou R$ 3 bi e montou um time caro

Clube carioca teve um 2019 glorioso e chegou a final da Copa Mundial

Com o início da temporada de 2020, o Flamengo se mostra como o time com maior poder aquisitivo para contratações no cenário do futebol brasileiro, pelo segundo ano seguido. Na última temporada, havia certo descolamento em relação ao Palmeiras com quem vinha rivalizando na última temporada. Essa capacidade de investimento se explica no crescimento constante em quase todas as fontes de receita do time, que arrecadou cerca de R$ 3 bilhões em cinco anos.

No ano de 2015, o Flamengo tinha renegociado suas dívidas e pagava em dia após dois anos de reestruturação. Conseguiu um aumento de receita e contratou Guerrero, do Corinthians, naquela mesma temporada e fechou o ano com R$ 356 milhões.

No início do ano seguinte, a diretoria se aproveitou da concorrência entre a Turner e a Globo para assinar um contrato bem mais vantajoso de televisão em relação ao pay-per-view e luvas. Foi um total de R$ 120 milhões de luvas parceladas, e uma garantia de mínimo de Pay-per-view a partir de 2019. Em termos de contratos, o acordo é igual ao de outros clubes, com variações por posição na tabela e exibição. Esse tipo de renda supera R$ 200 milhões por ano.

As receitas de televisão e premiações com Libertadores e Copa do Brasil representaram 40% do total ganho pelo clube neste período de cinco anos. E esse número aumenta pelas premiações desse ano com o título continental. Ou seja, se o time tivesse se limitado a um contrato de TV ok, não teria muito mais dinheiro do que os outros.

Nas premiações, o clube tem participado com frequência da Libertadores, garantindo uma cota da fase de grupos de US$ 3 milhões por ano. E costuma avançar até fases mais agudas da Copa do Brasil e venceu o Carioca também na temporada.

Com o forte investimento na divisão de base feito com construções de CTs e até contratações de jogadores, o Flamengo passou a revelar jogadores, como Vinicius Jr, Paqueta, Jean Lucas, entre outros.

As contas em dia, a diretoria pode lutar por ofertas melhores. Em cinco anos, o Flamengo arrecadou R$ 568 milhões em vendas de direitos federativos, 19% do total.

E isso tem número tem sido crescente. Em 2015 e 2016, as duas temporadas juntam renderam a singela quantia de R$ 23 milhões. Em 2019, foram R$ 298 milhões, turbinados por Paquetá, Jean Lucas e Léo Duarte. Para a temporada de 2020, já existe uma perspectiva da negociação de Reinier para o Real Madrid.

Entretanto, apostar somente em negociações, não seria o suficiente, já que é preciso ter receitas recorrentes significativas para pagar salários. E neste caso, as receitas de estádio com bilheteria e Sócio-torcedor se destacaram, ambos mais do que dobraram. Em 2015, o time arrecadava R$ 74 milhões com essas duas receitas. Na última temporada, o total foi de R$ 162 milhões. Nos últimos cinco anos, foram R$ 500 milhões com os itens.

O Flamengo não teve grande crescimento de patrocínio no período, por conta da crise econômica, mas manteve seu patamar próximo aos R$ 90 milhões por ano. No total, o Flamengo arrecadou R$ 2,980 bilhões em cinco anos considerados os valores estimados para 2019.

Para este ano, a estimativa do clube é de aumento em 16% nas receitas, atingindo um valor acima de R$ 700 milhões. Obviamente, sem esperar repetir a renda recorde de venda de atletas, nem ganhar a Libertadores. No entanto, inclui em seu orçamento metas ousadas como a semifinal da Libertadores, o que pode gerar uma receita menor do que a prevista. Mas, se a venda de Reinier realmente acontecer, a meta de negociações de jogadores já terá sido superada por larga margem. É por isso que clube tem constantemente tido dinheiro para reinvestir em seu time.

Sobre Noticidade Brasil 7420 Artigos
Noticidade Brasil é um portal de noticias que veio com a ideia de levar a informação de modo rápido e de fácil acesso ao publico. Contamos com uma equipe totalmente qualificado e com parceiros que estão aptos a nós ajudar levar a informação até você. Noticidade Brasil, a notícia a um clique de distancia.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*