Procura-se – Garras e Gaeco oferecem recompensa por informações sobre 2 pistoleiros

José Moreira Freitas e Juanil Miranda Lima estão com a prisão preventiva decretada e não são visto desde abril deste ano

A polícia segue as buscas e oferece até recompensa a partir de R$ 2 mil a quem tiver informações sobre o paradeiro de José Moreira Freitas, o Zezinho, e Juanil Miranda Lima, os únicos alvos da Operação Omertà ainda foragidos. A ação foi realizada na sexta-feira (26), contra um grupo de extermínio responsável por, pelo menos, quatro assassinatos em Campo Grande. Na ação, 20 pessoas foram presas. 

As fotos de procurados de Juanil e José foram divulgadas na tarde desta segunda-feira (30) pelo Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco, Assalto e Sequestro) e pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado). A informação é de que a recompensa começa em R$ 2 mil. Não há detalhes de como será a progressão desse valor. 

Juntos, os dois formam o quarto núcleo da organização criminosa, o da execução. Segundo a investigação, eles recebiam ordens diretas de Jamil Name e Jamil Name Filho. Eram os líderes do grupo de extermínio que definiam as missões, custeavam todas as atividades do grupo e por forneciam o material necessário às execuções, como armas, munições, veículos, imóveis, dinheiro e até proteção.

A investigação encontrou provas de que juntos os pistoleiros planejaram detalhadamente a morte do capitão reformado da Polícia Militar Paulo Xavier, mas no dia 4 de abril deste ano acabaram tirando a vida do filho dele, Matheus Coutinho Xavier, de apenas 20 anos, por engano.

Para levantar informações sobre o paradeiro e rotina de Xavier, a dupla montou uma “ação de inteligência” e chegou a contratar um hacker para rastrear o capitão reformado em tempo real. O plano, no entanto, não saiu como planejado.

Em depoimento, a testemunha contou que foi contrato depois de publicar um anúncio oferecendo serviços de formatação de computadores e também de detetive. Como não sabia um jeito de rastrear a vítima em tempo real, pediu em um grupo de hackers e recebeu ajuda e outro estado.

A solução encontrada pelo desconhecido foi se passar por mulher e tentar marcar um encontro com o alvo para coletar o maior número possível de informações. Xavier, no entanto, não foi e acabou descobrindo pelo próprio hacker a verdade sobre o contato e a tentativa de emboscada. Caso tivesse aparecido, morreria cerca de um mês antes da execução do filho.


Sobre Noticidade Brasil 7420 Artigos
Noticidade Brasil é um portal de noticias que veio com a ideia de levar a informação de modo rápido e de fácil acesso ao publico. Contamos com uma equipe totalmente qualificado e com parceiros que estão aptos a nós ajudar levar a informação até você. Noticidade Brasil, a notícia a um clique de distancia.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*